68 KILL (2017). Um filme da nova onda independente de produções norte-americanas com um forte acento Pop, que mistura a anarquia dos filmes de terror e comédia da Troma, com a estética Indie das produções atuais que povoam festivais de Cinema Alternativo/Queer como: SXSW e Sundance. Uma jornada sangrenta pelas estradas da América profunda, onde o sonho americano acabou e a presença White Trash é latente na figura dos jovens personagens. Uma análise cruel e engraçada de um mundo sombrio e bizarro onde tudo, absolutamente tudo pode acontecer, sublinhada por uma trilha sonora Pop/Rock underground surpreendente, com muito sexo e violência gratuita.

Confira Também :
The Limehouse Golem (2016) : https://goo.gl/KRa75U
Jogo Perigoso (2017) – Crítica : https://goo.gl/MVxMaA
O Ultimo Capítulo (2016) – Crítica : https://goo.gl/Jkbw1c
A Ghost Story (2017) – Crítica : https://goo.gl/fBHgoC
Leatherface (2017) – Crítica : https://goo.gl/yTaKCQ
MÃE! – Mother! (2017) – Crítica : https://goo.gl/HKiSRR
EL BAR (2017) – Crítica : https://goo.gl/jqKxuV


Inscreva-se no canal Cinema Ferox no YouTube e nas rede sociais: FacebookTwitter e Blog.

About author View all posts

Bearnardo Nerdson

Muito mais que um corpinho bonito, a personificação do seu site favorito de ursilidades nérdicas - ou seria nerdices ursinas?

%d blogueiros gostam disto: