Berd Pré-Cine: Godzilla 2 – O Rei dos Monstros

Os piores venenos se escondem nos menores frascos.

Cinco anos se passaram.

Godzilla se encaminhou pro mar, e as pessoas apenas tentam seguir com suas vidas num misto de choque e medo.

A Monarch Science é pressionada pelo governo a revelar onde estão os Titãs com o intuito de destruir os monstros.

Mas o despertar dos mais poderosos Titãs, os planos dos humanos e o retorno de Godzilla podem marcar o fim da humanidade no fogo cruzado pela soberania entre os monstros gigantes.

E é nesse cenário que começa essa nova aventura do Rei dos Monstros.

Não vou dar mais detalhes da história, pra manter as surpresas do filme. Boa parte da diversão vem em não saber as motivações pessoais, tanto dos humanos quanto dos Titãs. Tem uns furinhos no roteiro (um em especial achei BEM sério) mas nada que atrapalhe a diversão. Mas devo dizer que seria muito melhor se tivessem optado por menos tramas paralelas dos humanos (algumas motivações simplesmente não fazem sentido), que pouco acrescentam à história, e investido mais nos Titãs.

Visualmente, não há do que reclamar… Até certo ponto.

O filme está lindo, o CGI das criaturas está absurdamente bem feito, com os Titãs passando bem o que querem e sentem em suas expressões. Cada Titã é um show a parte, todos estão lindos.

MAS… Claro que mais uma vez um filme com muito CGI termina em uma sequência noturna, que confunde e esconde a beleza dos Titãs.

Ah, eu assisti a cópia 2D do filme.

Godzilla 2 é uma continuação direta do filme de 2014, que deu início ao MonsterVerse distribuído pela Warner e produzido pela Legendary Entertainment em parceria com a Toho (nos filmes de Godzilla). A trama avançou em Kong: Ilha da Caveira (2017), o reinício da franquia de King Kong, e já continua em 2020 no vindouro Godzilla Vs Kong.

Dirigido por Michael Dougherty (“Krampus: O Terror do Natal”), conta com um espetacular elenco composto por Ken Watanabe (“O Último Samurai”) e Sally Hawkins (“Blue Jasmine”) reprisando seus papéis do primeiro “Godzilla”, Vera Farmiga (“Amor Sem Escalas”, a franquia “Invocação do Mal”), Kyle Chandler (“O Lobo De Wall Street”, “Manchester à Beira-Mar”), Millie Bobby Brown (“Stranger Things”), Bradley Whitford (“Corra!”), Thomas Middleditch (“Silicon Valley”), Charles Dance (“Game of Thrones”), O’Shea Jackson Jr. (“Straight Outta Compton – A História do N.W.A.”), Aisha Hinds (“Além da Escuridão: Star Trek”) e Zhang Ziyi (“Memórias de uma Gueixa”, “O Tigre e o Dragão”).

Entre erros e acertos, o filme é uma excelente diversão, e garante que a atenção das pessoas vai ser imensa quando Godzilla Vs Kong chegar.

Minha Nota: 3 Patinhas

Veja Também

Comentários

Facebook

%d blogueiros gostam disto: