Registro aqui, rapidamente, meu pedido de desculpas por mais de um mês de ausência. Quem me acompanha, sabe dos rolos compressores da minha vida (mãe passando mal, irmão na uti falecendo logo em seguida, etc). No fim das contas, precisei, além do tempo para me recompor, de um tempo extra para colocar meus freelances minimamente em dia. Resultado: só sábado passado comecei, realmente a preparar a postagem dessa terça.

Nesse meio tempo, nos intervalos entre um slogan e outro, comecei a preparação em 3d dos protagonistas de Golem (três vivas para o DAZ 3d!). Espero melhorar cada vez mais, tanto a história quanto as ilustrações, desafogando nosso amado e já muito afogado mestre Bym.

No fim das contas, hoje, às 11, deve entrar no ar o capítulo 26. Voltamos à nossa programação normal, ou seja, terça e sexta às 11 da matina. Espero, mesmo, que continuem gostando. E qualquer coisa, deixem um comentário, ou me chamem no face, ou no google talk (ops! É hangouts?) ou por sinal de fumaça.

Grande abraço a todos e até bem breve!

Woof!

 

         

About author View all posts Author website

Osiris Reis

Osíris Reis zanzou da Medicina à Mecatrônica antes de assumir a tara por Ficção Fantástica. Formado em Audiovisual pela Universidade de Brasília, é autor de “Treze Milênios” (ficção científica vampiresca), dos contos “Madalena” (Paradigmas 1), “Alma” (Imaginários 1), “Queda” e “Companheiros de Armas” (Fantástica Literatura Queer) e da coletânea de contos “Sobre humanas fúrias”, condecorada com o Prêmio Cassiano Nunes do Fundo de Apoio à Cultura do Distrito Federal.

É o baixo do grupo Supertronica, animador 3d, editor de vídeo e do BNCast, empreendedor, compositor, além de, para os íntimos, consultor tecnológico.

  • Krory Vermillion

    A você meu querido escritor e antes disso uma pessoa, um irmão e um filho, venho lhe desejar que encontre a força e a paz que precisa neste momento para organizar sua vida e seguir em frente, desejo que te faltem pessoas a te apoiar e te oferecer um ombro quando precisar.
    Me desculpe pelos erros mas, aceite de coração meus votos e que siga com este belo e magnífico trabalho …

    • Osíris Reis

      Opa! Muito obrigado, Krory! E que bom que está gostando do trabalho… E não se preocupe com os erros. A emoção veio igual!

%d blogueiros gostam disto: