Porque você deve ler (correndo) The White Trees

Foi-se o tempo que a Image Comics era associada a quadrinhos visualmente expressivos com roteiros fracos. Hoje me dia a editora se destaca por títulos com premissas interessantes, direcionada a diversos públicos.

The White Trees é um desses projetos. A mini-série em dias edições tem o argumento de Chip Zdarsky (Demolidor), arte espetacular de Kris Anka (Fugitivos) com cores de Matt Wilson e se passa no fantástico mundo de Blacksand, onde a paz foi conquistada com dificuldade, e três guerreiros inflexíveis carregam as cicatrizes para provar isso. Agora, quase vinte anos depois, seus filhos estão desaparecidos e a guerra está no horizonte. Eles podem deixar de lado suas memórias da guerra – e uns dos outros – para uma última aventura?

Capa do primeiro número.

Tá, mas o que tem demais nessa historinha, você deve se perguntar… Bom, eu te digo que ela de cara mostra alguns elementos LGBTQ-friendly, como um casal gay, formado pelo elfo e pelo “homem-leão”. E isso é mostrado de uma maneira tão natural, como poucas vezes vi em um quadrinho.

Eu também podia falar do concept dos personagens e da arte do Kris Anka, mas eu deixo essas páginas falarem por mim:

Além do roteiro e dos homens gostosos, o que me agradou bastante foi colocarem um personagem gordo que não fosse cômico ou feito de vilão. Ah, e temos nudes. Para todos os gostos!

Bom, infelizmente o quadrinho só tem em inglês, mas vc pode adquirir pelo Comixology, clicando aqui! Acredite, vai valer muito a pena.

Comentários

Facebook