WOOF, Berds!

No último dia 30 de janeiro comemorou-se o Dia do Quadrinho Nacional. Nesse ano, nós resolvemos indicar nove ótimos quadrinhos nacionais que você pode ler de graça na internet e dar aquela força pra produção brazuca de HQs, que a cada ano dá saltos exponenciais de qualidade! Tentamos fazer uma seleção abrangente de trabalhos de autores e autoras mega talentosos – alguns mais conhecidos, alguns com trabalhos especificamente voltados pra temática LGBTI, alguns com traços mais simples, outros mais elaborados. Mas TODOS da melhor qualidade e disponíveis de graça pra leitura! Então, vem se jogar nas indicações com a gente, Berd!

ACQUINE

autor: André Inácio
onde ler: tapas.io/series/Acquine-PT-BR

Acquine conta a história do amor entre Nicco, um aspirante a pirata e Suhn, um tritão (não é sereia!) perdido em busca de seu lar perdido. O quadrinho tem uma pegada forte de mangá, e várias influências como, One Piece e Dr. Slump, podem ser notadas. E, claro, ter um romance LGBTI no centro da história é um ponto super a favor de Acquine!

ARMIGERIUM

autor: Marco ByM
onde ler: tapas.io/series/Armigerium

Essa é prata da casa! De autoria do nosso co-editor Marco ByM, Armigerium conta a história de um escudeiro e sua busca por vingança contra a guilda de heróis que o traiu. A pegada Dungeons & Dragons é forte, mas com toques modernos, referências a rodo e uma arte levemente puxada pro mangá que funciona maravilhosamente bem. CORRAM pra ler, Berds!

BENDITA CURA

autor: Mário César
onde ler: tapas.io/series/Bendita-Cura

Mário César Oliveira é outra figura cativa aqui do Bear Nerd (a gente gravou um cast divertidíssimo com ele, que você pode ouvir aqui). Seu quadrinho seriado no Tapas, Bendita Cura, é um tocante e, por vezes, brutal, relato de como ainda é difícil para um jovem LGBT crescer num país como o Brasil. Inspirado pelas notícias de políticos que, eventualmente, tentam emplacar a “cura gay” em nossas leis, o autor transformou a revolta em um poderoso quadrinho, contando a história do pequeno Acácio, um menino gay que tem uma família extremamente conservadora. Essa história é uma que todos nós deveríamos conhecer. Então corre lá, Berd! E, se você gostar do que ler, torne-se um apoiador do projeto no Apoia.Se de Bendita Cura, aqui.

CANTINHO DO CAIO

autor: Caio Oliveira
onde ler: www.facebook.com/caioscorner

Caio Oliveira é uma das mentes mais brilhantes a surgir no cenário do quadrinho brasileiro nos últimos dez anos, fácil. Não é só por que ele tem um traço cheio de personalidade e técnica (e tem) mas também por que o seu trabalho é de um humor afiadíssimo e muito ligado no que acontece no universo pop. Se alguma notícia bombástica sobre um filme da Marvel, ou um quadrinho do Batman aparecer, pode crer que, horas depois, uma tira do Caio vai estar fresquinha nas interwebs para o deleite dos leitores!

HELL NO!

autor: Leo FInocchi
onde ler: tapas.io/series/HellNO

A gente aqui no Bear Nerd é fã do Leo Finocchi desde os tempos do Nem Morto. O trabalho dele é divertido, inteligente e MUITO bem executado. Hell No! conta a história de Lúcio, um garoto que só quer passar incólume pelo dia na escola mas tem que lidar com o pequeno problema de ser filho de Lúcifer, ter demônios como irmãos e sua escola ficar no Inferno! O traço do autor é engraçado, limpo e afiado, e o Léo é craque nas piadas visuais! Corre lá pra conferir, Berd (e aproveita e vire um padrinho do projeto no Apoia.se, aqui)

MUNDO ABERTO

autor: Eduardo Damasceno e Luis Felipe Garocho
onde ler: tapas.io/series/Mundo-Aberto

Em 2015, a dupla de quadrinistas Eduardo Damasceno e Luís Felipe Garrocho (“Cosmonauta Cosmo”, “Achados & Perdidos”, “Bidu”) lançou, pela Editora Mino, o álbum Quiral. Naquela HQ, a história se passava numa vila litorânea que precisava lidar com monstros marinhos periodicamente. Agora, a dupla volta ao mesmo universo em “Mundo Aberto”, à disposição no Tapas. Seja pela arte maravilhosa ou pelas histórias tocantes e empolgantes de piratas, marujos, aventureiros e pescadores, essa é uma pequena jóia do quadrinho brazuca contemporâneo. E você também pode patrociná-los pelo Apoia.se!

NINA & TOMAS

autor: Julia Bax
onde ler: tapas.io/series/Nina–Tomas

A autora Julia Bax nos apresenta a Nina, uma jovem designer que tem que lidar com os problemas do dia a dia: Aluguel vencido, clientes caloteiros, reuniões de trabalho… e o braço possuído pelo espírito do ex-namorado morto. E você achou que o seu dia tava difícil. Não vou falar mais nada, só corra e leia essa HQ!

O ÚLTIMO MARANISHI

autor: Cris Camargo
onde ler: tapas.io/series/oultimomaranishi

O Último Maranishi é um quadrinho de aventura com uma pegada de ficção científica e uma arte pra lá de bacana que está no espectro entre Archie e Turma da Mônica. A autora Cris Camargo conta a história de Hanzo, guerrilheiro do planeta Hoxor, cuja missão de salvar o último filhote de dragão Maranishi o leva para a Terra, onde conhece a cientista Sara, especialista em vida extraterrestre. Juntos, eles vão descobrir que a Terra pode oferecer perigos tão grandes quanto qualquer ameaça extraterrestre!

TEOCRASÍLIA

autor: Denis Mello
onde ler: tapas.io/series/Teocrasilia

Teocrasília é um quadrinho muito curioso – A história nos mostra um Brasil onde o fanatismo religioso e a sede de poder de pastores e figuras de autoridade cristãs levou ao que, basicamente, pode ser considerado o nosso futuro se essas pessoas não forem controladas nos dias de hoje. Num Brasil teocrático e repressor, um grupo de pessoas tenta encontrar uma solução para uma vida livre do controle e da perseguição. É uma premissa MUITO interessante, e que o autor desenvolve muito bem e com agilidade. Recomendo MUITÍSSIMO. De todos os trabalhos da nossa lista, esse é o mais político. Por isso mesmo, acho a leitura extremamente necessária.

Então é isso, Berds!

Nosso post em comemoração ao Dia do Quadrinho Nacional sai com um pouquinho de atraso, mas esperamos que essa seleção MATADORA de HQs brazucas compense a demora! Leiam, curtam, espalhem e apoiem esses autores! Vários deles tem páginas no Patreon ou no Apoia.Se, e vários desses projetos foram lançados no Catarse para a produção de suas edições físicas. Vamos fomentar esse mercado, ampliá-lo e fazer nossa parte pra nossas histórias sempre estarem presentes nessa parte tão importante da nossa cultura nerd.

Até a próxima!