Ps: tem spoilers

Você não leu errado, Berd. Hoje vou aproveitar e comentar sobre as novidades no título The Mighty Thor, publicado atualmente pela Marvel. Esse mês teve a chegada do War Thor, cuja identidade surpreendeu alguns.

Se você não acompanha a série, a atual portadora do título de Thor é Jane Foster, que está morrendo de câncer e usar os poderes do deus do trovão está agravando ainda mais o seu estado.

War Thor, a pegadinha.

Tudo começa quando o Ultimate Thor morreu defendendo o multiverso durante as Guerras Secretas. Seu martelo ficou preso no universo 616. O antigo Thor, agora penas chamado de Odinson – o indigno, até tentou empunhá-lo, em vão.

Mas em março a Marvel liberou as primeiras imagens de um novo Thor, que se tornou digno de empunhar o Mjolnir Ultimate. E nessas primeiras imagens especulou-se que seria Odin, pois além da barba branca, o personagem era caolho. Outro fator interessante era que numa outra imagem reunindo os três Thors, mostrando que o novo Thor Ultimate era “gordinho”.

No início de junho, a Marvel divulgou a capa da estreia do personagem, dessa vez o personagem ostentava barba ruiva e possuída os dois olhos. Logo de cara muita gente achou tratar-se de Red Norvell, personagem antigo – ruivo – que já ostentou por um tempo o título de Deus do Trovão. Mas confesso que um detalhe não me escapava: a barriguinha. Red Norvell era magro. E confesso que ele se tornar o Ultimate Thor seria obvio demais. Restava apenas um candidato que se encaixaria na descrição…

A capa correta

Um certo Leão de Asgard (ou como eu adoro estar certo)

Quando a edição saiu, na semana passada. Qual foi a minha surpresa ao ver que o novo Ultimate Thor, agora o War Thor era ninguém menos que Volstagg, o Volumoso.

Já faz um bom tempo que o personagem deixou de ser o covarde alivio cômico da série. Inclusive foram várias vezes que mostraram que ele é bom de briga – é só relembrar essa história aqui. Nesta edição, com a guerra se aproximando dos Dez Reinos, ele segue com uma comitiva para auxiliar elfos refugiados. Nesse acampamento ele acaba encontrando algumas crianças élficas, famintas. Ele reparte o seu lanche (que na verdade mais parecia um banquete) quando o acampamento é atacado. Ele consegue reunir as crianças e tenta leva-las para um lugar seguro.

Só que quando estava perto de escapar em segurança, aparece a criatura que atacou, um Lacaio de fogo de Mulpelhein, que explode umas bombas, dizimando a área. Volstagg resiste a explosão, mas as crianças são dizimadas.

Consumido pelo ódio ele destroça o Lacaio com as próprias mãos.
E é com esse ódio que ele é convocado pelo Mjolnir Ultimate para tornar-se o novo Thor, um Thor de Guerra.

Porque é uma sacada genial?

Volstagg é um dos poucos asgardianos que tem família e filhos. É visível o desespero dele em tentar levar as crianças para um local seguro. E fez todo o sentido para mim ele se desconcertar diante da morte delas. Aquele Volstagg brincalhão de antes está morto, só nos resta essa nova máquina de matar ambidestra movida a ódio.

Eu estou ansioso para ver essa nova dinâmica do personagem na revista, ainda mais com a morte da Poderosa Thor, que vai acontecer na nova série da editora, Marvel Legacy.